top of page

A explosão do mercado de cannabis medicinal no Brasil

Nivaldo Vanni relata na revista ImplantNews que a Odontologia vem expandindo de forma magistral sua área de atuação em relação à cannabis medicinal.


Dr. Nivaldo Vanni ministrando curso
Dr. Nivaldo Vanni

Atualmente, observamos uma procura cada vez maior por informações, negócios, associações e indústrias no segmento de mercado que envolvam a planta cannabis. A busca por oportunidades é de amplo espectro, já que praticamente toda a planta é aproveitada, desde as raízes, até troncos, folhas e flores.


O leque de aplicações da cannabis é vasto e a adaptabilidade da planta é interessante, uma vez que ela nasce em praticamente todos os tipos de solo. Para termos uma ideia, o solo contaminado em Chernobyl, devido ao desastre em uma usina nuclear, em 1986, está sendo “limpo” através das raízes de cannabis, lá plantada para extração desse lixo radioativo.


APROVEITAMENTO COMPLETO

Ao analisar a cannabis, é possível observar o total uso dela. As sementes, que não possuem nenhum composto canabinoide, produzem óleos ricos em proteínas e ômega 3 e 6, além de vitamina E e minerais como potássio, magnésio, cálcio, ferro e zinco. As raízes produzem fitoquímicos com potencial anti-inflamatório e analgésico. Os troncos e talos são usados na produção de papel, tecidos, fios e cordas, inclusive com qualidade e durabilidade superior às tradicionais. As folhas mais largas, menos resinosas e que ficam abaixo na planta são usadas na indústria alimentícia. Por fim, as flores, mais resinosas, são usadas na indústria farmacêutica porque apresentam maior concentração de fitocanabinoides.


INDÚSTRIA

Hoje, a indústria já produz uma infinidade de produtos que vêm da planta. Além de tecidos, papel e alimentos, também é possível encontrar linhas fitness, como proteínas pré e pós-treinos, gel lubrificante íntimo, ração para pets, shampoos, sabonetes, produtos dermocosméticos, produtos para barba e até para assadura de bebês, além de chás, sucos e bebidas terpenadas, e até com canabinoides.


Existe um processo de transformação em vigência que abrangerá desde o agronegócio, indústria, serviços e consumidor final, construindo uma verdadeira cadeia produtiva e de consumo consistente.


APLICAÇÕES TERAPÊUTICAS

Os componentes presentes na planta cannabis, como os fitocanabinoides, terpenos e flavonoides, se ligam a diversos tipos de receptores canabinoides, com efeito análogo aos endocanabinoides, por nós produzidos. Por isso, é importante compreender o funcionamento do sistema endocanabinoide que produz uma neuromodulação e promove a regulação do sistema nervoso, endócrino e imune, promovendo um equilíbrio homeostático. Assim, os produtos de origem canabinoide são eficientes para diversos tipos de patologias e em diferentes estágios.


Esse grande leque de opções se mostra útil na saúde total, seja na ação terapêutica, paliativa e preventiva. Esse cenário desperta um grande interesse por parte dos profissionais da saúde, incluindo os cirurgiões-dentistas, e também por parte de pacientes e da indústria, já que é óbvio o potencial do mercado que está emergindo.


PESQUISAS E APLICAÇÕES

Além da ampla gama de utilização, esses compostos botânicos estão sendo estudados e pesquisados cada vez mais. Recentemente, alguns estudos mostraram que o THCV, um tipo de fitocanabinoide, em quantidades ajustadas leva à queima de gorduras viscerais, tendo resultados positivos em esteatoses no fígado, redução em diabetes tipo 2 e melhora na manutenção do peso. Esse é apenas um exemplo que traz perspectivas favoráveis para essa nova medicina.


GRADE CURRICULAR

Por ser um mecanismo neurofisiológico, algumas faculdades já começaram a inserir nas suas graduações a disciplina de Endocanabinologia. É o caso da Faculdade de Medicina do ABC, localizada no município de Santo André, no estado de São Paulo. E, certamente, essa corrente ganhará força, aumentando a propagação do conhecimento e gerando oportunidades de atuação.


NOVA ODONTOLOGIA

A Odontologia vem expandindo de forma magistral sua área de atuação em relação à cannabis medicinal. É possível encontrar os novos conceitos neurofisiológicos na disfunção temporomandibular (DTM), que é considerada uma das primeiras especialidades a saírem da boca para um contexto multidisciplinar. Outro destaque fica por conta da revolução no campo de atuação que a Harmonização Orofacial trouxe, além dos conhecimentos cada vez mais procurados na área de saúde integrativa e regenerativa, o que causa entusiasmo em toda a comunidade.


Vale ressaltar que os canabinoides são essencialmente regenerativos, neuroprotetores, osteogênicos, antimicrobianos, anti-inflamatórios, analgésicos, antitumorais e antioxidantes, com efeitos regeneradores, ratificando sua importância para diversas especialidades odontológicas.


Considerando que o mercado da saúde é cada vez mais competitivo e escasso, é relevante que os especialistas tenham diferenciais em sua linha de conhecimento, o que seguramente elevará seu nível profissional e o colocará em uma posição de destaque, inclusive na Odontologia. Agende uma consulta com o Dr. Nivaldo Vanni através dos canais de atendimento da Doctor8 WhatsApp: 31971720053

Comments


bottom of page